TECNOLOGIA

CNPEM em SP fecha acordo para desenvolvimento de supercondutores com a maior produtora de nióbio do mundo
O Brasil, atualmente, é o maior produtor de nióbio do mundo e cerca de 80% desse mercado é atendido pela CBMM.

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em SP, selou um acordo com a CBMM para elaborar pesquisas em prol do desenvolvimento de materiais supercondutores. A empresa brasileira CBMM é a maior produtora de nióbio do mundo.

O anúncio oficial do acordo entre CNPEM e CBMM para desenvolvimento de pesquisas estava na agenda do presidente da república, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), que visitou Campinas, SP, na última sexta-feira (8). Bolsonaro participou de uma feira de nióbio e inaugurou algumas estruturas do Laboratório Sirius, da CNPEM.

O Brasil, atualmente, é o maior produtor de nióbio do mundo e cerca de 80% desse mercado é atendido pela CBMM.

Mesmo sendo dominante no mercado, o Brasil não é o único país a explorar o nióbio, pois ele é um metal não raro.

Países como Canadá, Austrália, Rússia, Estados Unidos e parte do Continente Africano também fazem exploração do nióbio.

Estima-se que haja pelo menos cerca de 85 jazidas quantificadas no mundo.

Fonte: Agora Notícias Brasil



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



TECNOLOGIA  |   17/11/2021 21h24





TECNOLOGIA  |   22/10/2021 09h31