POLÍTICA

Senadores elevam pressão sobre Pacheco por sabatina de indicado por Bolsonaro ao STF e sugerem afastamento de Alcolumbre
Além disso, eles também defenderam que Alcolumbre seja afastado e que a comissão possa cumprir o seu papel.


Bolsonaro e Mendonça

No decorrer de uma sessão no Plenário do Senado Federal, o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, sofreu pressões por parte de senadores da base do governo para que tome providências acerca da sabatina de André Mendonça, indicado por Bolsonaro para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

A sabatina vem sendo boicotada por Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça, que vem não permitindo os trabalhos da comissão com o objetivo de postergar ao máximo a sabatina do indicado por Jair Bolsonaro.

Carlos Viana, Izalci Lucas, Oriovisto Guimarães, Fernando Bezerra e Styvenson Valentim, foram um dos senadores que elogiaram Pacheco por se esforçar para auxiliar que a sabatina de Mendonça seja marcada.

Além disso, eles também defenderam que Alcolumbre seja afastado e que a comissão possa cumprir o seu papel.

O senador Fernando Bezerra destacou que a sabatina com Mendonça deve ocorrer dentro do prazo apontado por Pacheco.

"Nós estamos já há algum tempo no aguardo desse esforço concentrado reclamado pela Liderança do Governo no que diz respeito à apreciação do Ministro André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal. Mas, respeitando as manifestações de diversos Parlamentares, acho que V. Exa. encontra um denominador comum ao marcar essa sabatina, ao marcar essa análise por diversas Comissões de todos os indicados, seja para agências, seja para embaixadas, seja para os tribunais superiores, em tempo de o Senado poder exercer as suas prerrogativas e a Casa, de forma livre e soberana, poder marcar o seu posicionamento", disse ele.

Portal BR7



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   04/08/2022 21h03





POLÍTICA  |   02/08/2022 19h27


POLÍTICA  |   20/07/2022 11h10