TECNOLOGIA

Adeus a conta de luz | Caixa vai financiar implantação de energia solar em residências.
De acordo com o comunicado da Caixa, a implantação do sistema de geração de energia elétrica fotovoltaica pode representar uma redução de até 95% na conta de luz.

A Caixa Econômica Federal anunciou na segunda-feira (8) o lançamento de uma linha de crédito para pessoas físicas destinada ao financiamento de implantação de energia solar em residências. Chamada de CAIXA Energia Renovável, a linha de financiamento cobre não apenas a compra dos sistemas de geração de energia elétrica fotovoltaica, mas também todos os custos de instalação nas residências.

A linha de crédito, que deverá chegar em breve às agências do banco, prevê o financiamento de até 100% do projeto (conforme a capacidade financeira do cliente) e taxas a partir de 1,17%. O prazo para pagamento vai até 60 meses, com carência de até seis meses para o vencimento da primeira prestação. O crédito pessoal será oferecido em duas modalidades: sem garantias ou com caução de aplicações financeiras de renda fixa.

De acordo com o comunicado da Caixa, a implantação do sistema de geração de energia elétrica fotovoltaica pode representar uma redução de até 95% na conta de luz. Sem contar que a medida tem reflexos positivos na sustentabilidade e preservação do meio ambiente, com o aumento da geração de energia limpa e renovável.

Nesse sentido, o presidente da instituição financeira, Pedro Guimarães, gravou um vídeo na última quarta-feira (3) para ser divulgado na Confederação das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26). Segundo o executivo, “A proteção do meio ambiente, em especial nos países em desenvolvimento, precisa estar aliada à inclusão social e econômica.”

Juntamente com o CAIXA Energia Renovável, o banco público está lançando outras três linhas de crédito ligadas às energias renováveis: a MPE Ecoeficiência, destinada a pessoas jurídicas, e o Programa Sustentabilidade CAIXA para o setor agro, que prevê dois tipos de financiamento.

O primeiro deles, ABC (Agricultura de Baixo Carbono) tem como público-alvo os agricultores, e o Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária do Governo Federal) busca estimular e fomentar a produção agropecuária, através do financiamento de máquinas e equipamentos.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



TECNOLOGIA  |   22/10/2021 09h31





TECNOLOGIA  |   18/10/2021 16h00