ECONOMIA

Confiança da construção atinge maior patamar em oito anos.
Confiança da construção atinge maior patamar em oito anos.

O Índice de Confiança da Construção (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 1,4 ponto de novembro para dezembro deste ano e atingiu 96,7, em uma escala de zero a 200 pontos. Esse é o maior patamar do indicador desde janeiro de 2014 (97,8 pontos).

A alta da confiança dos empresários brasileiros da construção foi puxada principalmente pelo Índice Expectativas, que mede a percepção sobre o futuro e que subiu 2,1 pontos e atingiu 100,8, o maior nível desde agosto deste ano.

O Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresariado no presente, também cresceu: 0,8 ponto. Com isso, o subíndice atingiu 92,8, maior patamar desde agosto de 2014.

O Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) da Construção recuou 0,9 ponto percentual, para 76,4%. O custo da matéria-prima foi, em dezembro deste ano, o fator de maior limitação para as empresas, segundo os empresários.

Agência Brasil



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ECONOMIA  |   25/06/2022 08h49





ECONOMIA  |   20/06/2022 10h46