SAÚDE

Ministério da Saúde libera 4ª dose contra covid a partir dos 40 anos
Aqueles que receberam Janssen (em que o 1º ciclo vacinal foi de dose única), foi liberado a 2ª dose de reforço.

O Ministério da Saúde liberou a aplicação da 2ª dose de reforço da vacina contra a covid-19 para pessoas acima de 40 anos. A decisão foi divulgada nesta 2ª feira (20.jun.2022).

A nova dose será aplicada a partir de 4 meses depois da injeção anterior. Essa é a 4ª aplicação para aqueles que tomaram a CoronaVac, Pfizer ou AstraZeneca na 1ª dose. O esquema primário dessas vacinas é de duas injeções....

Já para aqueles que receberam Janssen (em que o 1º ciclo vacinal foi de dose única), foi liberado a 2ª dose de reforço para todos a partir de 18 anos. Qualquer adulto que tomou a vacina da Janssen na 1ª aplicação pode receber sua 2ª dose extra a partir de 4 meses da vacinação anterior.

Pessoas a partir de 40 anos que receberam Janssen na 1ª aplicação podem receber sua 3ª dose extra a partir de 4 meses da vacinação anterior.

O ministério já havia liberado a 2ª dose de reforço para pessoas acima de 50 anos e profissionais de saúde no começo do mês. Antes, a orientação só valia para idosos e imunossuprimidos. Com a nova decisão, cerca de 30 milhões de pessoas poderão receber a nova dose, segundo números do IBGE. O ministério afirmou haver neste momento 9 milhões de pessoas nesta faixa etária que já estão aptas à 4ª dose (ou seja, que já tomaram sua 3ª dose há 4 meses).

A decisão de incorporar os novos públicos foi tomada por causa da proximidade com as baixas temperaturas no Brasil. O clima frio estimula aglomerações em ambientes pouco ventilados, aumentando a circulação do vírus.

O Brasil enfrenta o aumento de casos da covid-19. A média de infectados nos últimos 7 dias até domingo está acima de 35.000. A estatística subiu 20% em relação a duas semanas atrás. A média de mortes está em 136, alta de 73% frente a duas semanas antes.


- Poder36 / O Guardião.






 


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



SAÚDE  |   23/06/2022 22h17