POLÍCIA

Assembleia Legislativa promulga Lei que obriga presos a pagarem por tornozeleira eletrônica no estado de Alagoas
O Estado só vai poder providenciar a instalação do equipamento 24 horas depois da comprovação do pagamento do valor

Em Alagoas, a Assembleia Legislativa tornou lei um projeto que obriga o pagamento da tornozeleira eletrônica para os presos que venham a utilizá-la. A promulgação da Lei foi publicada no Diário Oficial Eletrônico da ALE dessa terça-feira (21) e o Poder Executivo tem um prazo de até 90 dias para regulamentá-la.

O polêmico projeto havia sido vetado pelo Governo do Estado de Alagoas, que alegou que o pagamento viola a Constituição Federal. Mas o veto foi derrubado pelos deputados estaduais. De acordo com a Lei, além de arcar com as despesas referentes à aquisição do equipamento, o preso ou apenado deve pagar os custos de manutenção da tornozeleira.

"Ao final do cumprimento da medida cautelar ou pena restritiva de direito, o preso ou apenado restituirá o equipamento ao Estado em perfeitas condições de uso e sem qualquer ônus ou ressarcimento de valores pagos", traz um trecho do projeto.

Além disso, o Estado só vai poder providenciar a instalação do equipamento 24 horas depois da comprovação do pagamento do valor. A publicação, no entanto, não trata de quanto seria esse valor.




- Tnh1 / O Guardião.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍCIA  |   25/06/2022 09h24





POLÍCIA  |   24/06/2022 15h42


POLÍCIA  |   24/06/2022 15h14